27º em São Paulo
Como preparar o corpo e a mente para uma gravidez saudável

Como preparar o corpo e a mente para uma gravidez saudável

Alimentação e exercícios físicos durante a gravidez são essenciais para garantir a saúde da mãe e bebê. Por isso, nossa conversa hoje é com a profissional de educação física e instrutora de Pilates, Paula S. Abrão Carvalho, que irá nos contar tudo sobre os benefícios do exercício do Pilates durante gestação.

 

Em que consiste o método Pilates e porque ele é diferente de um exercício de academia, por exemplo?

O método consiste em exercícios físicos que trabalham o corpo como um todo, fortalecimento e alongamento de membros inferiores, superiores, tronco e a mobilidade de coluna, trazendo um equilíbrio tanto muscular como mental. O método tem se destacado cada vez mais, por promover o desenvolvimento pleno das capacidades físicas. Um dos diferenciais do método Pilates é visar a qualidade dos movimentos e não a quantidade, ou seja, repetições do mesmo exercício, bem como variedade, não permitindo que o praticante se canse das aulas e/ou dos exercícios.

 

A gestante pode praticar o Pilates?

Sim, e deve praticar. Após o primeiro trimestre e com a liberação médica, a gestante pode praticar, desde que acompanhada por um profissional capacitado e que passe total segurança a ela. Vale a pena lembrar, que em cada fase da gravidez os exercícios serão adaptados para as condições físicas de cada mulher, respeitando a individualidade e deixando as aulas ainda mais seguras.

 

Quais são os benefícios do Pilates para a gestante?

O Pilates irá auxiliar a minimizar os efeitos da transformação que a gestante terá sobre seu corpo. O método irá ajudar a combater o desconforto nas costas, pois no período da gestação as mulheres sofrem com esse desconforto que muitas vezes intensifica para uma dor mais forte, devido ao sobrepeso que o bebê traz e ao aumento de alguns quilinhos. Ajuda também no controle do ganho de peso, alívio na prisão de ventre e fadiga, melhora a respiração e circulação sanguínea, auxilia no envio de maior quantidade de oxigênio para o bebê, além de melhorar o bom humor e sono, pois alguns movimentos de relaxamento e alongamentos farão com que a gestante fique mais relaxada.

 

Quais os músculos são trabalhados no Pilates para a gestante?

Os músculos principais para serem trabalhados durante a gestação são: abdômen, por causa do crescimento da barriga; o assoalho pélvico que irá ter uma dilatação para o parto; períneo que ficará mais fraco, flácido e instável e coluna como um todo, principalmente a lombar por conta do sobrepeso.

 

O Pilates pode ajudar na recuperação pós-parto?

O método por trabalhar o fortalecimento muscular, melhora a consciência corporal, controla o emocional e prepara o corpo da melhor forma possível para a gestação e pós- parto. O ideal, é que a gestante continue a fazer a prática do Pilates, pois da mesma forma que trabalhamos o corpo para a gestação e parto, reativamos os mesmos músculos trabalhados no pós-parto, para que as alterações causadas no corpo retornem de maneira mais rápida e eficaz através de exercícios de alongamento, equilíbrio e fortalecimento. A prática do Pilates no pós-parto ajuda o cérebro à elevar endorfina no organismo estimulando assim o prazer e bem-estar, uma vez que a queda dos níveis hormonais, progesterona e estrogênio acontecem.

 

Fonte:

Paula S. Abrão Carvalho

Profissional de Educação Física

 

 

 

 

 

 

Veja mais:

Voltar
Carregando...